segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Receita de Ano Novo...E que venha 2011!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  


Ahhhhhhhhhhhh, minha última postagem do ano de 2010,estou nervosa, a príncipio devo agradecer a Deus por ter me permitido esse ano de realizações...por ter me permitido vivê-lo...e por ter me dado uma família abençoada e amigos maravilhosos...isso é a minha essência...
Deus, obrigada pela oportunidade de tropeçar e poder levantar, com o tempo as marcas das quedas desaparecem mas as experiências por mais dolorosas permanecem...
Meu querido 2010, obrigada, eu amei, desamei e amei de novo...e vou continuar tentando eu sei que vou quebrar o nariz (pra não dizer logo a cara toda kkk, muitas vezes, mas as experiências amorosas desse ano devem ser levadas em consideração...)
Obrigada por ter passado em monografia 1 mesmo sabendo que existem duas etapas bem mais difíceis para serem alcançadas em 2011...Deus, me ajude a organizar esse meu coração...e   conceda saúde, paz,amor, felicidade, harmonia...e paciência..e uma vida bem longa e proveitosa pra mim e  para todos os meus familiares, amigos e aos não-amigos também...
E que venha meu doce 2011, ABENÇOADO...para isso deixo uma receita do meu querido Carlos Drummond de Andrade..."tente, experimente..."
Com votos de um feliz ano novo a todos...FELIZ 2011;;;;;
Bárbara Bruma

Receita de ano novo
 

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)
 

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
 

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

sábado, 25 de dezembro de 2010

E de repente já é natal....

 "Amar o outros é a única salvação indvidual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca"(Clarice Lispector)

E quando as pessoas me perguntavam: você gosta do Natal? Eu respondia: não sei. Sentia  uma angústia muito grande como se nessa época todas as dores do mundo fizessem parte do meu ser...Acho que é exatamente por ser esse  um momento de desejos de paz, amor, felicidade..igualdade e ver que isso não é possível ser estendido a todos; é querer ajudar o mundo dentro do meu mundo tão pequeno e confortável e não conseguir..talvez isso me causasse uma angústia inexplicável.Ou mesmo talvez por saber que é preciso estabelecer o perdão, esquecer as mágoas e amar sem preconceitos e não conseguir nada disso...Sei, meu texto está carregado de angústia não é? Mas eu me sinto assim...Ou me sentia...ao visitar meus blogs preferidos vi as mais lindas postagens e pensei meu Deus porque essa inspiração ainda não chegou até mim? Deixei então com o tempo, e então a inspiração veio no dia 25 às 21:30 da noite...Vou então começar de verdade o meu texto:
Esse ano eu descobri que é possível sim ajudar as pessoas,mesmo que seja da maneira mais simples possível quando você faz o bem sem olha realmente a quem a sensação é tão maravilhosa que esse pode ser o seu melhor presente de natal!
Descobri que: é possível sim tentar perdoar e que um abraço, aperto de mão e votos de felicidades, fazem com que as mágoas "diminuam" dentro do coração...
Descobri que: é preciso valorizar a família de verdade! Passei o natal longe da minha florzinha mamãe(ela estava trabalhando) isso me causou um mal estar horrível, estava com a família maravilhosa do papai, com festa,chuva, serra,sanfoneiro..mas estava sentindo tanta falta dela.
E sim é preciso  acreditar que a comemoração da data é porque uma criancinha há muito tempo atrás estava nascendo para se entregar de mãos beijadas aos seus filhos...recebendo em troca maus- tratos e mesmo assim soube perdoar e não deixou de acreditar jamais...
Um feliz natal a todos, em especial a minha Nascimentada, nosso natal foi maravilhoso...



segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

A arte de amar...




"Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus - ou fora do mundo.
As almas são incomunicáveis.
Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.
Porque os corpos se entendem, mas as almas não."(Manuel Bandeira)


***A querido Manuel Bandeira, você "tem" toda razão...a alma estraga o amor...

domingo, 19 de dezembro de 2010

Domingo chuvoso;;;



O dia? Um domingo monótono e sonolento...Meu irmão completando 18 anos, chuva em Teresina e eu no quarto ouvindo Adriana Calcanhoto, não, não estou deprimida, apenas queria um momento pra ficar sozinha, talvez um pouco preocupada...
Minha querida Adriana Calcanhoto vai traduzir o que eu não estou conseguindo..
Eu perco o chão

Eu não acho as palavras

Eu ando tão triste
Eu ando pela sala
Eu perco a hora
Eu chego no fim
Eu deixo a porta aberta
Eu não moro mais em mim...

Eu perco as chaves de casa

Eu perco o freio

Estou em milhares de cacos
Eu estou ao meio
Onde será
Que você está agora?...

Eu perco o chão

Eu não acho as palavras

Eu ando tão triste
Eu ando pela sala
Eu perco a hora
Eu chego no fim
Eu deixo a porta aberta
Eu não moro mais em mim...

Eu perco as chaves de casa

Eu perco o freio

Estou em milhares de cacos
Eu estou ao meio
Onde será
Que você está agora?...(Metade-Adriana Calcanhoto)

sábado, 18 de dezembro de 2010

"O amor jamais passará"...

Há alguns dias sem postar nada, por questão de tempo mesmo, hoje decidi falar um pouco sobre uma das cerimônias mais lindas que já presenciei: o casamento de uma pessoa muito especial.A igreja, a noiva,a celebração, a recepção e até mesmo os docinhos..nossa tudo tão perfeito que de repente não mais que de repente quis acreditar que não custa nada tentar! O casamento é uma instituição fracassada para os que desejam que assim seja, agora não vale generalizar não...tem situação mais encantadora do que você comemorar a entrega do seu amor a pessoa amada? Com votos de felicidades ao mais novo casal da família Nascimento deixo uma pequena lição da minha querida Martha Medeiros e finalizo o meu comentário com um pedacinho do sermão de Paulo de Tarso: "o Amor tudo desculpa, tudo acredita,tudo espera, tudo suporta. As profecias desaparecem, as línguas acabam-se, a ciência passa. O Amor jamais passará." (Paulo de Tarso)

 Promessas de casamento
Em maio de 98, escrevi um texto em que afirmava que achava bonito o ritual do casamento a igreja, com seus vestidos brancos e tapetes vermelhos, mas que a única coisa que me desagradava era o sermão do padre. "Promete ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe?" Acho simplista e um pouco fora da realidade. Dou aqui novas sugestões de sermões:
- Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu amado, lembrando sempre que ele não pertence a você e que está ao seu lado por livre e espontânea vontade?
- Promete saber ser amiga(o) e ser amante, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica?
- Promete fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças por sonhos idealizados que não chegaram a se concretizar?
- Promete sentir prazer de estar com a pessoa que você escolheu e ser feliz ao lado dela pelo simples fato de ela ser a pessoa que melhor conhece você e portanto a mais bem preparada para lhe ajudar, assim como você a ela?
- Promete se deixar conhecer?
- Promete que seguirá sendo uma pessoa gentil, carinhosa e educada, que não usará a rotina como desculpa para sua falta de humor?
- Promete que fará sexo sem pudores, que fará filhos por amor e por vontade, e não porque é o que esperam de você, e que os educará para serem independentes e bem informados sobre a realidade que os aguarda?
- Promete que não falará mal da pessoa com quem casou só para arrancar risadas dos outros?
- Promete que a palavra liberdade seguirá tendo a mesma importância que sempre teve na sua vida, que você saberá responsabilizar-se por si mesmo sem ficar escravizado pelo outro e que saberá lidar com sua própria solidão, que casamento algum elimina?
- Promete que será tão você mesmo quanto era minutos antes de entrar na igreja?
Sendo assim, declaro-os muito mais que marido e mulher: declaro-os maduros.
( Martha Medeiros )

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Certa vez ele me disse...

Há mais ou menos um ano atrás estava conversando com uma pessoa bastante especial, na realidade o ex-dono do meu coração...e nossa conversa estava sendo pautada na seguinte questão: existe sempre alguém que ama mais, pelo menos comigo isso sempre aconteceu...sempre amei bem mais...e o meu querido me disse: "amor não tem tanto, nem quanto, amor é amor...sentimento e satisfação recíproca...se alguém acha que ama mais, há algo errado..." as palavras foram tão verdadeiras, tão reais que eu cuidei em guardá-las.E ele tinha razão, amor não pode funcionar como uma via de mão única...mas uma coisa é saber que não é assim, outra coisa é tentar colocar tudo isso na prática...
E que venha mais uma semana abençoada para todos...Carry on...

sábado, 11 de dezembro de 2010

Noel Rosa...


O sol nasceu para todos..
O dia vem chegando
Vou rezar minha oração
A igreja é a floresta
E o sino é o violão
Por que você me nega
A esmola de um olhar
O sol nasceu pra todos
Também quero aproveitar
Deus, quando inventou o mundo,
Fez o sol e fez a lua
Fez o homem e a mulher
Fez o amor em um segundo
Sou o sol, você é a lua
Seja lá o que Deus quiser!
E você é a triste lua
Que ilumina a minha rua
Onde mora a minha dor
Mas uma lua diferente
Que é do sol independente
Com luz própria e com calor


***Noel Rosa (Rio de Janeiro, 11 de dezembro de 1910 — Rio de Janeiro, 4 de maio de 1937).Boêmio,compositor,figura estimada na  cultura brasileira...adorador das mulheres, dizem as más línguas que era casado com uma,mas amava a dona de um bórdel...faleceu muito joven, mas deixou um importante legado..com seus versos inquietos e inconfudíveis...Ah, Noel escolhi essa porque é uma das minhas preferidas...

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

...Perto do coração selvagem...

"Meu Deus me dê coragem...

Faça com que a solidão não me destrua.
Faça com que minha solidão me sirva de companhia.
Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Faça com que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir 
como se estivesse plena de tudo."

















***Minha querida Lispector...onde quer que você esteja acredite você tem muitos admiradores...(10 de dezembro de 1920/9 de dezembro de 1977)

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

...Então é preciso tentar....


"Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se."(Fernando Pessoa)
Deus do céu, que dezembro abençoado é esse? Procurei mais uma ocupação pro meu tempo vago de férias...enquanto muitos querem  férias, eu larguei as minhas em troca por trabalho...kkkkk...Vou ocupar minha cabeça, vou ganhar dinheiro...e vou viver minha vida em paz....Com a mente ocupada, vou ter pouco tempo pra perder com as feridas ainda não cicatrizadas desse meu coração que tanto apanha...E que dê tudo certo...
Carry on...

terça-feira, 7 de dezembro de 2010



"...E, mesmo assim, estarei sempre pronta para esquecer aqueles que me levaram a um abismo. E mais uma vez amarei. E mais uma vez direi que nunca amei tanto em toda a minha vida".(Fernanda Young)
E direi mesmo! E hoje estou bem melhor, me acostumando de novo com a sua ausência bom demais saber que estou reaprendendo a viver sem você...
O dia,bom demais...soube do meu 9,5 no meu projeto de monografia...ahhhhhhhhh, que satisfação.Bruninha hoje me disse que sonhou que eu ia casar,espero que isso se realize um dia...Comprei um vestido novo lindo e estou tentando de verdade...Recomeçar...e acho que vai dar certo...está dando certo.. 
Carry on...

"Tanto amor em mim como um quebranto...."

****ah,Zeca...você me entende...."tanto amor em mim como um quebranto,tanto amor em mim e em ti nem tanto...."

domingo, 5 de dezembro de 2010

...Meu amor,minha flor,minha menina..



"Solidão não cura com aspirina..."(Zeca Baleiro)
O domingo,mais do que agradável reuniãozinha básica na casa da tia dê,com cerveja,comida gostosa,sorvete e muita conversa legal..Família Nascimento se reunindo pra simplesmente matar a saudade,colocar as fofocas em dia..ou simplesmente poder ficar assim junto(mesmo faltando muita gente,mas calma que antes do natal tá todo mundo junto)...o dia poderia ter sido tão perfeito se  não fosse o meu pensamento nele...(será que sentiu a minha falta? será que percebeu que hoje eu nem dei as caras?)...acho que não...
E não sentiu mesmo,ao chegar em casa percebi pelo celular e pelo msn...que a minha ausência nem sequer foi notada...mas enfim...eu sabia que ia terminar assim mesmo...pensei em tomar um remédio pra ver se esse vazio passava,mas não! Não mesmo,é impossível se curar com aspirina a solidão  causada por um amor  mal resolvido...
Ow meu Deus,me ajude a ocupar esse meu coração,qua anda cansado de amar errado,que anda cansado de tanta procura e que precisa tirar totalmente esse resto de passado que ainda se faz tão presente...me ajude..

sábado, 4 de dezembro de 2010

Agradecimentos...








Agradeço a Deus...porque apesar de todas as dificuldades, todos os problemas, as disparidades, os desentendimentos...Tenho pais maravilhosos...nessa postagem a homenagem vai pra ele...o homem no qual acredito que sente por mim um amor verdadeiro(porque quanto ao  resto dos homens,esses são movidos por impulsos..e estão pouco se lixando se eu sofro,se eu tô bem ou não)...meu pai: ele me apoiou quando eu escolhi fazer história,vou ganhar uma porcaria de salário,mas ele me diz enquanto eu for vivo e você quiser comer da minha comida,você não vai passar fome...Papai assustou todos os garotos que tentaram se aproximar de mim antes dos meu s14 anos(não adiantou muito..kkk),mas ele tinha um super facão...meu pai sofreu um acidente em steembro de 2009,quase perdeu o braço e a primeira coisa que ele pensou foi: como eu vou poder sustentar minha família?...meu pai pode ser também um homem cafajeste e ter outras mulheres, pode se dar ao luxo de chegar em casa e não dirigir a palavra a ninguém...meu pai pode ser um grande estúpido com minha mãe e falar grosso, mas ela sabe se defender é uma mulher de muita garra...e qualquer coisa eu sempre tomo o partido dela(mulheres são coorporativistas e não foi ele quem passou 9 meses sofrendo com uma barriga pesada)...meu pai me acorda com um beijo e um cheiro e faz algum comentário bem ordinário sobre o meu cabelo,sobre a minha baba no lençol(kkkk), ou sobre o que eu andei aprontando na noite passada...meu pai ouve rock in rol de verdade, me ensinou a ouvir música de qualidade, me ensinou que eu posso superar sempre os limites que a vida me impõe...Meu pai hoje me deixa livre,posso namorar, posso só ficar...posso chegar tarde(mas a mamãe nunca deixa), meu pai me dá o 10 da semana(kkkk),ele é meu maior exemplo de superação,nasceu em uma família onde tinha que dividir carinho e comida numa família de 14 filhos e uma mãe viúva...
Eu tenho o melhor pai do mundo...e ele é estúpido,é grosso e sabe todos os palavrões do mundo...ele me diz que eu sou desastrada e que não tenho "esquadro" e que não vou conseguir tirar a carteira de motorista....mas ele fica orgulhoso em deixar a filha dele de 20 aninhos na universidade,todos os dias, pra ser a professora mais caçula e mais cabeçuda do mundo...
Ele é o meu herói, me ensinou a me virar sozinha, a levantar sempre depois da queda por maior que seja, e a seguir caminhando com muita classe... eu criei asas e aprendi a andar sozinha,é tanto que quando viajo para congressos ele liga pra saber se tô comento,se tô vivendo,se tô fazendo cocô(kkkk) direitinho...me chama de absoluta e diz que eu sou uma andorinha...nasci pra ser livre mas gosto de segurança;;;e ele pode me oferecer isso...
Paulo Henrique do Nascimento,aqui está um singela declaração de amor que fiz pra você...obrigada...da sua cabeçuda,desastrada....e babona filha Bárbara Bruma Rocha do Nascimento...tudo o que sou devo a você e a mamãe...obrigada..sem vocês eu não sou porra nenhuma...
p.s.Escrevi a postagem ouvindo Legião Urbana,você me ensinou a gostar...obrigada...
"É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã..."

...Stand by me...

Conta comigo...Quando eu era pequena e tinha a sorte de poder assistir a sessão da tarde eu praticavamente contava os dias para que reprisassem, um filme de quatro amigos que iam em busca de aventura,enfrentado seus medos,trilhos do trem e lago com sanguessugas...O nome do filme: Stand By me/Conta comigo...o tempo passou a sessão da tarde não deu mais espaço para clássicos de qualidade e eu deixei pra trás recordações de um filme lindo, que falava de amizade de verdade...essas que a gente não tem como comprar nas lojas de convêniencia!
Depois de quase 8 anos sem ver o filme,consegui uma cópia e pude então revê-lo e sem propagandas...Tão lindo,sensível e engraçado...
Datado de 1986,o filme é baseado em um conto de Stephen King,O Corpo ,que traz a aventura de quatro amigos que saem a procura de um corpo de uma criança desaparecida...No filme, o escritor Gordie Lachance, narra sua pré-adolescência, no verão de 1959, quando vivia em Castle Rock, Oregon, EUA. Naquele verão Gordie foi “ignorado” por seus pais, pois quatro meses antes, seu irmão mais velho, Denny, morreu em um acidente de carro, e seus pais ainda não haviam conseguido se recuperar. Após o grupo formado por Gordie Lanchace (o intelectual da turma) e seus amigos inseparáveis: Chris Chambers (espécie de líder do grupo, que sabia que se daria mal na vida); Teddy Duchamp (o "biruta" da turma, obcecado por forças armadas e vitima de abusos do pai)) e Vern Tessio (o gordinho infantil, medroso e bonachão), descobrirem o paradeiro do corpo de Ray Brower, um garoto da idade deles que tinha ido colher amoras há três dias e nunca mais tinha sido visto, saem em uma aventura que marcaria para sempre suas vidas.

Fica aqui a dica...o filme é lindo e provavelmente se alguém me perguntar qual o filme da sua vida vou poder dizer...Conta comigo...

Eu tinha 12 anos, quase 13, quando vi pela primeira vez um ser humano morto. Foi em 1960, há muito tempo… embora às vezes não me pareça tanto tempo. (KING, Stephen. Quatro Estações. Rio de Janeiro, Objetiva, 2001. p. 177)
(Fonte:http://bloggdogordim.blogspot.com/2010/04/normal-0-21-false-false-false-pt-br-x.html)

O meu questionamento feito em torno do filme é: será possível preservar todas as amizades alcançadas durante a vida?O importante é valorizar os momentos vivvidos com aquelas pessoas que consideramos especiais...as vezes a vida nos impossibilita de nos responsabilizarmos por tudo aquilo que cativamos...então...aprenda a valorizar os bons momentos com seus amigos...

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

...Sim eu liguei....


"Fiquei feliz em poder sentir tua falta, - a falta mostra o quão necessitamos de algo/alguém. É assim o nosso ciclo."(Caio Fernando Abreu)
Acordei às 10 da manhã,ainda com sono, olhei o celular vi a data, dia 3 de dezembro aniversário do meu primeiro verdadeiro amor,Deus do céu, há quanto tempo não nos falávamos por conta do meu orgulho bobo,porque eu sou muito estúpida mesmo,meu querido R.S., cuidou de mim sempre que precisei,me acolhia naqueles braços de amor de amigo,se eu pedia ajuda ela vinha nem que tivesse a mil quilômetros de distância ele vinha e me ajudava,acabou porque tinha que acabar,porque era preciso...e desde então todas as tentativas dele em tentar falar comigo eram em vão porque eu sou estúpida quando decido ser...
Só que hoje,eu lembrei e decidi ligar como uma amiga,pra agradecer e desejar tudo de bom...meu coração ficou numa paz tão grande...que há muito eu não sentia sabe? e ele não estava nem acreditando,uma conversa de oito minutos no celular foi suficiente para me fazer entender que o tempo passa mas independente de qualquer coisa as pessoas especiais permanecem de alguma forma,bem guardadas dentro do coração...Hoje guardei as boas lembranças e as ruins que sejam esquecidas...Estou bem resolvida e ele também....e pronto todo mundo segue sua vida....Descobri que Dezembro é mês do perdão...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

...carry on....

"Siga em frente, é hora de esquecer
os restos do passado para seguir em frente"(Carry on-Angra)
A música da minha vida...sim é um metal..kkkk...mulheres ouvem heavy-metal independente de ser melódico ou não.Historicizando: em 2002, fui ao primeiro show de metal da minha vida, papai foi comigo por que eu só tinha 12 anos de idade.Véspera do dia das crianças e esse foi o meu presente,a banda tinha novos componentes, inclusive no vocal,com a brilhante atuação de Edu Falaschi, o show foi lindo!
Tive de esperar até o final do show pra ouvir a minha música preferida Carry on-Siga em frente, uma música que fala de conquista,não desista apesar dos obstáculos da vida,a vida tem um sentido,você não precisa de mais nada além do seu orgulho para chegar lá,vá!
E desde então ouço carry on nas minhas vitórias, nas minhas derrotas e quando eu sei que estou recomeçando...Esperando começar uma nova fase...Cada novo mês pra mim é sempre um recomeço...Esse trouxe desde o seu primeiro dia essa sensação,essa necessidade de recomeçar...
"So, carry on,
There's a meaning to life"

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

...E que venha dezembro....

***E o mês começou assim: aprovação não esperada em Brasil Contemporâneo(Feliz demais),uma cólica pra variar(kkk),angústia por conta de um amor de muitas rugas(que espero que em breve vire apenas poeira),meu "amigo" de Parnaíba veio me ver(kkk alguém tem que me amar né?)...e eu quero tanto recomeçar,Dezembro é um mês de tanta felicidade pras pessoas,são as luzes de natal,a família toda se reúne,minha Nascimentada toda reunida...apesar de me sentir vazia fui acariciada pelos dedos de uma criança de olhos verdes chamada esperança...e pra começar meu dia,dou espaço ao meu querido Mário Quintana...e que venha Dezembro porque eu estou preparada...

Esperança (Mário Quintana)

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

terça-feira, 30 de novembro de 2010

...eu te amo não diz tudo...




O cara diz que te ama, então tá! Ele te ama. Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado. Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas. Mas ouvir que é amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de quilômetros. A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras, precisa de lealdade, sinceridade, fidelidade…
Sentir-se amado, é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade,que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você quando for preciso. Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou há dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d’água. Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão…
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta. Agora, sente-se e escute: Eu te amo não diz tudo!
(Arnaldo Jabor)
***Ah, querido Jabor se você soubesse o quanto eu ainda acredito nas três palavrinhas,se você soubesse o quanto ainda dependo delas, recentemente ouvi as três palavrinhas mágicas, mas serviu apenas para acalmar um pouco o coração..."sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro,aquele que tem sua solidão respeitada"...então concluo que as palavrinhas mágicas foram ditas a tôa grande novidade...concluindo então o que ele sente por mim, pode ser qualquer tipo de sentimento menos AMOR! Completando Jabor digo: sente-se amado aquele que sabe que relacionamentos são vias de mão dupla,sentir-se amado é poder receber carinho, respeito e atenção...sem medo nenhum....definitivamente vou concordar meu querido Jabor as três palavrinhas já não me bastam e vai ver que é isso que me deixa tão profundamente magoada, é ver o quanto o amor tornou-se banalizado e senso comum, parece algo que você sai pra comprar numa loja de conveniência na esquina de casa..."Dai-me luz ô  Deus do tempo..." e se puder trazer também um amor de verdade...vou poder agradecer....já estou meio cansada dessas buscas afetivas inúteis....
Ass: Bárbara Bruma(bem cansada...disso tudo) 

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

...amor antigo...

O amor antigo vive de si mesmo, 
não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
mas do destino vão nega a sentença.

O amor antigo tem raízes fundas,
feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
e por estas suplanta a natureza.

Se em toda parte o tempo desmorona
aquilo que foi grande e deslumbrante,
a antigo amor, porém, nunca fenece
e a cada dia surge mais amante.

Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
e resplandece no seu canto obscuro,
tanto mais velho quanto mais amor.

(Carlos Drummond de Andrade)


***Drummond me entregando aqui..kkkk...

domingo, 28 de novembro de 2010

...vem matar essa paixão que me devora o coração...

"Meu coração
Não sei porque
Bate feliz, quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim, foges de mim
Ah! Se tu soubesses
Como sou tão carinhoso
E muito e muito que te quero
E como é sincero o meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim
Vem, vem, vem, vem
Vem sentir o calor
Dos lábios meus
À procura dos teus
Vem matar esta paixão
Que me devora o coração
E só assim então
Serei feliz, bem feliz"(Pixinguinha)
***e como eu queria,ser feliz,bem feliz...Certa vez uma pessoa muito especial disse: essa música é a minha música com a minha esposa, a mulher que mais amo nessa vida...guardei pra mim,achei aquilo tão sincero...Algum tempo depois o destino decidiu ser cruel e tirar a tão amada esposa-mulher  dessa pessoa tão especial...e na missa de 7° dia o coro da igreja fez uma homenagem linda e decidiu tocar a música...a pessoa especial sentou no banco e chorou,chorou feito criança...guardei também a cena...Dedico então a letra e a postagem aos que já tiveram a sorte de encontrar o seu amor, e aos que também ainda não alcançaram essa felicidade...torço por todos...e espero o meu...Dedico essa postagem ao professor Francisco Alcides do Nascimento,uma grande inspiração e um homem sensível apesar de se esconder atrás daquela cara tão amarrada e daquela voz tão grossa...meu tio....

sábado, 27 de novembro de 2010

...cara valente...kkkk

"Não, ele não vai mais dobrar
Pode até se acostumar
Ele vai viver sozinho
Desaprendeu a dividir...
Foi escolher o mal-me-quer
Entre o amor de uma mulher
E as certezas do caminho
Ele não pôde se entregar
E agora vai ter de pagar
Com o coração
Olha lá!
Ele não é feliz
Sempre diz
Que é do tipo Cara Valente
Mas veja só
A gente sabe...
Esse humor
É coisa de um rapaz
Que sem ter proteção
Foi se esconder atrás
Da cara de vilão
Então, não faz assim rapaz
Não bota esse cartaz
A gente não cai não...
Ê! Ê!
Ele não é de nada
Oiá!!!
Essa cara amarrada
É só!
Um jeito de viver na pior
Ê! Ê!
Ele não é de nada
Oiá!!!
Essa cara amarrada
É só!
Um jeito de viver
Nesse mundo de mágoas..."
***kkkkkk,não me contive estava ouvindo minha querida Maria Rita que ao interpretar perfeitamente essa letra do Marcelo Camelo me lembrou alguém...."escolher o mal me quer entre o amor de uma mulher e as certezas do caminho...ele não é de nada...é do tipo cara valente..." Já conheço essa historinha faz um tempão..kkkk sinto muito Sr. "cara valente".




"Esse é o maior problema dos desejos, eles não aceitam não como resposta. Você só coloca um ponto final nele se for até o fim. Para matar um desejo é preciso viver, nem que depois você morra junto com ele ."(Caio Fernando)
Começando um sábado bastante ensolarado com Caio Fernando...e ele explica exatamente o problema o problema dos desejos reprimidos é que eles voltam e aì? A gente vive-os e morre junto com eles...passa um bom tempo tentando se recuperar dessa "morte" e ressucita pra construir novos desejos! Que coisa mais complicada...kkk
Estou aqui tentando encerrar um desejo,esse me maltrata bastante e eu poderia muito bem ter escolhido fugir dele...mas fui procurar só mais angústia e mais complicação...Depois de mais ou menos um mês sem conseguir chorar por nada(muito estranho), hoje chorei por tentar exterminar um desejo...Estou me sentindo melhor,mais leve...apesar de não conseguir comemorar o funeral do desejo...complicado demais...Melhor mesmo não entender...
"Dai-me força e dai-me fé. Dai-me Luz"

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Cheguei a tempo de te ver acordar
Eu vim correndo à frente do sol
Abri a porta e antes de entrar
Revi a vida inteira...
Pensei em tudo que é possível falar
Que sirva apenas para nós dois
Sinais de bem, desejos vitais
Pequenos fragmentos de luz
Falar da cor dos temporais
Do céu azul, das flores de abril
Pensar além do bem e do mal
Lembrar de coisas que ninguém viu
O mundo lá sempre a rodar
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer
Pensei no tempo e era tempo demais
Você olhou sorrindo pra mim
Me acenou um beijo de paz
Virou minha cabeça
Eu simplesmente não consigo parar
Lá fora o dia já clareou
Mas se você quiser transformar
O ribeirão em braço de mar
Você vai ter que encontrar
Aonde nasce a fonte do ser
E perceber meu coração
Bater mais forte só por você
O mundo lá sempre a rodar,
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer
(Milton Nascimento e Lô Borges)
Adoro essa letra...uma das minhas preferidas...

terça-feira, 23 de novembro de 2010

...amor,quando chove...

"...vontade de te abraçar
Amor,
quando chove
fica mais triste esperar
por alguém
que não vai chegar..
Mas agora já é hora dessa chuva ir embora"
Chuviscando aqui em Teresina,estava escrevendo o projeto de monografia e aí lembrei de uma música antiga"Quando chove" da Patrícia Marx,tão linda, tão sensível fala de um amor antigo,mal resolvido porém sem nenhuma expectativa de ser resolvido ou de um acordo.Na maioria das vezes funciona assim,não dá pra perder tempo com amores mal resolvidos,é tentar seguir em frente apesar das mágoas e angústias que ainda vão permanecer por algum tempo "a vida é assim nosso espelho se quebrou,é hora se de guardar um segredo no coração...".E é torcer para que o tempo cure....